terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Sacavém’s Ceramic Factory / Fábrica de louças de Sacavém


Esta história começa quando eu tinha 6 anos e fui para a escola primária. Ao fundo da rua, havia uma fábrica chamada Fábrica de louças de Sacavém. Estávamos no ano de 1995 e no ano anterior tinha sido declarada falência da fábrica. Em 1996 tinha eu 7 anos houve uma grande festa com as escolas de Sacavém onde cada um dos alunos fez um prato utilizando um dos métodos tradicionais da fábrica. Eu fiz o meu, que foi para cozer mas nunca mais o vi. Nos anos seguintes a fábrica fechou completamente e a antiga Fábrica de louças de Sacavém tornou-se na Urbanização da fábrica da Louça, com direito a um museu sobre a fábrica. Foi preciso passar este tempo todo para que eu, com 24 anos, fosse visitar o museu da fábrica que ficava ao fundo da rua da minha escola primária.

This story starts when I was 6 years old and went to primary school. At the end of my school’s street there was a factory called “Fábrica de Louças de Sacavém” ( or Sacavém’s Ceramic Factory). The year was 1995 and the factory had declared bankruptcy the previous year. In 1996 I was 7 years old and there was a great street party where student’s from the local schools made a plate using the traditional methods used in the factory. I made my plate and it went to the furnace but I never saw it again. In the next years the factory was completely closed and the old ceramic factory became a neighborhood of buildings with an museum of the old factory. It took some time for me to visit the museum at the end of my primary school (I’m with 24 years now!).



O museu é pequenino mas vale a pena visitar. Um dos fornos ainda permanece intacto lá dentro e apesar de não haver muita informação sobre a forma como a produção era feita (que iria satisfazer o meu lado de engenheira de materiais) achei que a visita foi agradável e trouxe-me à memória muita coisa que me foi contada, pois eu não vivi na época em que a fábrica estava no seu auge. Não consegui deixar de pensar na arte por detrás de algumas embalagens como as dos iogurtes Vigor, das lembranças em cerâmica das cidades e aldeias de Portugal e dos azulejos que ali também se fabricavam.

The museum is small but well worth the visit. One of the furnaces is still intact inside the museum and although the is not many information about how the production was made (which would satisfy the material’s engineer in me) I think the visit was quite pleasant and it reminded me of some of the stories people used to tell me, since I’ve not lived the golden years of this factory. I couldn’t stop thinking of the art behind of some of the packages like the Vigor’s yogurts, of the traditional Portuguese ceramic souvenirs of cities and villages and of the amazing tiles that were also produced here.



Para mim o problema da fábrica da louça de Sacavém foi o problema de muitas fábricas em Portugal – tentar competir/ entrar no mercado com um produto que se dizia barato e de qualidade é insustentável.  Não tenho a menor dúvida que aqui também se deu algum problema de design e de lançamento da marca - apesar de sempre achar belíssimosos os serviços que se faziam na fábrica sei bem que na altura em que a fábrica encerrou portas estes eram considerados kitsch e não eram propriamente o que se queria comprar.

For me the problem of this ceramic factory was the problem of many factories in Portugal – to try to compete/enter the market with a product said to me cheap and with quality is not sustainable.  I don’t have any doubts that here the problem was also a  problem with design and marketing – although I’ve always found their products very pretty I know that at the time the factory closed they were considered kitsch and weren’t exactly what people wanted to buy.



Hoje acho que existe um mercado muito mais apelativo para os produtos que aqui se produziam e que com o tempo se irão perder. Não haja dúvida que há uns anos atrás o tecido empresarial deste país sofreu e muito, com muitas fábricas como esta a fecharem e muito saber fazer a perder-se contudo vejo cada vez mais uma crescente preocupação com o que é feito e como é feito, o que me agrada.

Today I think there is a much more appealing market for the products produced here and with they eventually they’ll be lost. Some years ago the entrepreneurial tissue of this country suffered a lot with many factories closing and so much know-how lost however nowadays I see a growing concern with what is made and how it is made, which pleases me.



O museu é realmente fascinante e se conseguirem não percam a exposição do fotógrafo Eduardo Gageiro que por lá estará até 15 de Fevereiro. Vale mesmo a pena.


The museum is really fascinating and if you can don’t lose the exhibition of the photographer Eduardo Gageiro which will be there until the 15th of February. It’s really worth it.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Please tell me what you think! *(: