sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Fiz uma dobadoura / I’ve made a skein winder



Há muito tempo que andava a precisar de uma boa dobadoura e apesar de conhecer algumas opções do mercado a mim não me entrava na cabeça a questão de ser um objecto tão enraizado na cultura têxtil manual e ir comprar uma versão que nada tinha a ver com aquilo que me agradava.
Queria respeitar o que tinha aprendido, o que via, e principalmente todo o conhecimento que me tinha sido transmitido – queria uma coisa feita (e bem feita), uma coisa que respeitasse todo o processo.

Tinha a ideia na cabeça, mas com algum background de experiências catastróficas em carpintaria confesso que estava com medo de começar (para além de não ter as ferramentas para este projecto). Mas, como dizem os senhores do Dune, “Fear is the mind killer” por isso ao final do dia, no último dia de Agosto, fui comprar madeiras, usei um berbequim e uma serra manual [ferrugenta e demasiado grande], alguma cola branca e muita vontade e o resultado final está à vista.

“Doba” que é uma maravilha e tem duas posições para meadas maiores e mais pequenas (ainda lhe vou adicionar uma terceira porque as meadas que fiei são ainda mais pequenas). No final fiquei estupefacta com o resultado porque normalmente as coisas não me correm bem à primeira, o que neste caso aconteceu.
Ainda é possível desmontá-la, o que torna o processo de guardá-la muito mais “amigável”.

Falta envernizar, mas para todos os efeitos está feita – tudo o que idealizei consegui fazer e mesmo em termos das ripas e varões que escolhi não podia ter escolhido tamanhos melhores – parece que tudo se ajusta tal e qual como imaginava na minha cabeça.


For a while now I’ve needed a good skein winder and although I’ve come to know a few options in the market I wasn’t contempt with the idea of buying an object with such profound roots in the manual textile culture in a version that did not pleased me.
I wanted to respect all the things I had learned, what I’ve seen and mainly all the knowledge it had been passed to me – I wanted something well-made and that respected all the process.

I had this idea in my head but with such a catastrophic background in carpentry I confess I was afraid of starting this project (not mentioning I had not the proper tools to make it). But, like they say in Dune, “Fear is the mind killer” so in the end of the afternoon of the last day of August I went to buy the wood, I’ve used the drill and a really bad handsaw, some white glue and a lot of conviction to produce this final result.

It “winds” marvelously and it has two main positions for bigger and smaller skeins (I’ll add a third one in the future because the skeins I’ve handspun are smaller). In the end I was amazed with the result because normally things don’t go well the first time for me, which in this case happened.
Another cool thing is that some of it can be unassembled which makes it a lot easier to storage.


I still need to polish it, but for all that matters it is done – everything I had envisioned is there and in terms of the raw materials shape (beams and rods) I couldn’t have picked better sizes – it seems like everything fits just like I’ve seen it in my head.




Sem comentários:

Enviar um comentário

Please tell me what you think! *(: