domingo, 15 de fevereiro de 2015

MAEDS











Encontrei uma série de fusos que nunca tinha visto – achei maravilhosa a ideia de o “peso” (mainça?) do fuso ser em cerâmica – tenho a certeza que dá peso mais que suficiente e acima de tudo permite-me sonhar com uma série de fusos assim, tão diferentes do que estou habituada a ver. As rocas e as meias também me encheram as medidas mais uma pequena roda que é exactamente o que queria fazer com este fuso.

Não conhecia esta ligação de Vale Figueira à tecelagem. A pesquisar.

Acima de tudo achei a colecção bastante completa e acabei a saber um bocadinho mais sobre uma série de coisas. Se por ali passarem podem dar um saltinho, que vale a pena.




I found a series of spindles that I have never seen – I found this idea of the weight of the spindle being a ceramic piece just amazing and I can’t help but dream of a series of spindles like these ones, so much different from the ones I’m used. The distaffs and the socks also made me quite happy and also this little spinning wheel that is exactly what I wanted to make with this spindle.

I didn’t knew about the weaving in Vale Figueira. It’s on my researching list.


Above all I found this collection quite complete and I ended up knowing a lot more about a lot of  things. If you happen to stop by, please take a while and visit it.




3 comentários:

  1. Uau, não conhecia esta exposição, obrigada pela partilha!
    ps: a "mainça" (ou beiça, etc.) é o sulco helicoidal do topo do fuso. O peso tecnicamente chama-se volante ou cossoiro e os mais antigos são frequentemente em pedra ou cerâmica :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Rosa, obrigada pela explicação (: Desde que vi a exposição que não me sai da cabeça o quão ininteressantes devem ser os volantes em cerâmica...

      Eliminar
    2. Olá Rosa, obrigada pela explicação (: Desde que vi a exposição que não me sai da cabeça o quão ininteressantes devem ser os volantes em cerâmica...

      Eliminar

Please tell me what you think! *(: