terça-feira, 30 de junho de 2015

Knitting around the world






Este é daqueles livros que rapidamente está a entrar na lista dos meus livros favoritos – está escrito de uma forma simples e bem estruturada, descrevendo as diferentes técnicas de tricot pelo mundo inteiro: há capítulos do mundo Islâmico, da Europa ocidental (com um subcapítulo sobre o tricot em Espanha e Portugal), ilhas britânicas e Irlanda, Escandinávia e Islândia, os bálticos, Europa de leste e Balcãs, Asia, Austrália e Nova Zelândia, Estados Unidos e Canadá e América Central e do Sul. Podem imaginar o quão completo está.

No final de cada capítulo há sempre destaque de um artista/artesão relacionado com o tricot da área descrita bem como algumas referências ao tipo de lã característico de cada região. Também há sempre muitas referências aos padrões característicos (como não devia faltar) e á técnica em si.

A maior surpresa para mim até agora (e porque ainda não li muito, porque este é daqueles livros para se ir lendo devagarinho e com muita atenção!) passou pelas origens do tricot (sobre as quais já tinha lido um bocadinho) e principalmente a referência aos pastores de Landes (dos quais quero saber um bocadinho mais e merecem um post dedicado a este tema).

O livro foi publicado pela primeira vez em 2011 portanto é bastante recente.



This is one of those books that is going quickly to my top favorite books – it is written in a very clear and well-structured way, describing the different techniques of knitting in the whole world: the chapters include the Islamic world, Western Europe (with some parts about knitting in Portugal and Spain), The British Isle and Ireland, Scandinavia and Iceland, The Baltics, Eastern Europe and the Balkans, Asia, Australia and New Zealand, The United States and Canada and finally South and Central America. You can imagine how complete it is.

In the end of each chapter there is always reference to a knitting artist/artesian of the region mentioned in the chapter as well as some references to the characteristic type of wool used there. There are also many references to traditional patterns (has it should be) and to the different techniques.

For me the biggest surprises so far (I am reading this book very slowing and with a lot of attention) is the many references to the origin of knitting (I had read a little about this, but is always nice to know more) and above all the reference to the Landes shepherds (which is truly an amazing theme and needs a post just on this).


The book was firstly published in 2011 so it is quite recent.






1 comentário:

Please tell me what you think! *(: