quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Sobre uma loja de lãs em Granada / About a wool shop in Granada




Esta es una empresa muy antigua que ha ido pasando de generación en generación durante muchos años. En sus inicios, se dedicaba  a la hilatura de seda  y a la fabricación de tejidos de seda. Debido a que la producción de seda fue decayendo con el paso de los años, en 1790 decidimos pasarnos a la hilatura de la lana, teniendo fábrica de hilados y tejidos durante doscientos años. Debido nuevamente al decaimiento de la artesanía textil, nos vimos obligados a cerrar la fábrica de hilaturas en el año 1994.

La actual actividad de Hilados Luque se reorienta en 1995, desde entonces nos dedicamos a la venta y distribución de hilados de lana, algodón, yute, perle egipcio y otros tipos de fibras.


[LINK]


Foi no primeiro dia em Granada que passei à porta desta loja, mas só no penúltimo é que lá entrei – e ainda bem que entrei porque sem saber como acabei por ir parar numa daquelas que facilmente é das melhores lojas de fios onde já estive.

Para mim não há nada melhor do que perguntar que lãs são 100% lã pura e a resposta ser “são todas, menos essas aí que têm mistura (nem meia dúzia) ”. Portanto imaginem uma loja cheia do chão ao tecto de lã 100% natural que vem de ovelhas criadas neste país e que é igualmente por lá processada e lá vendida.

E a variedade – havia fios de todas as espessuras e inclusive fios como nunca tinha visto, com cerca de 1 cm de espessura bem como uma brutal variedade de cores.

Uma outra coisa que facilmente me cativou foi a história de toda esta família sempre ligada à indústria têxtil e com um vinco tão forte à própria história de Granada – ainda que a família já não produza fio continua inteiramente ligada a esta indústria.

Num mundo onde as aparências contam cada vez mais foi reconfortante entrar numa loja simples e honesta onde a qualidade e a diversidade são o que mais importa.

Se por lá passarem vale a pena visitar. E provavelmente pode acontecer-vos o mesmo que me aconteceu a mim, que foi difícil sair de lá só com uma meada (as meadas têm cerca de 500 gr).



I saw this store on my first day in Granada but only got in on the last days – and it was a good thing I got in since this is by far one of the best wool stores I’ve ever been.

For me there is little better than asking which wool is 100 % pure wool and get the answer that they are all 100% pure wool except maybe half a dozen of types of skeins. So imagine a store filled from top to bottom of 100% pure wool that came from the sheeps of that country being processed and sold there.

And the variety – there was wool with so many different thicknesses (even some that were 1 cm thick) and a huge variety of colors.

Another thing that really captivates me was the whole history of this family always connected to the textile industry with such a strong relation with the history of Granada itself – and even though the family does not produce fiber anymore they are still related to this industry.

In a world were appearances count so much it is reassuring to just get into a store simple and honest were quality and diversity are what matters.


If you happen to pass there it really is worth the visit. And most likely it will be hard to leave with just one skein (the skeins have 500 grs) like it happened to me.






2 comentários:

  1. Adorei! Meadas de 500 gm é que é bom, é sempre a andar :)

    ResponderEliminar
  2. Uau! que perdição! acredito bem que tenha sido difícil sair dessa loja com uma só meada... deve ser impossível! ;)

    ResponderEliminar

Please tell me what you think! *(: