quarta-feira, 23 de março de 2016






“Durante muitos séculos, Janeiro e Fevereiro simplesmente não existiam. Eram considerados uma “estação morta”, de descanso e regeneração, dias que nem valia a pena contar”


Isabel Minhós Martins; Bernardo P. Carvalho; “Um Ano Inteiro: agenda para explorar a natureza”; Planeta Tangerina; 2015

Janeiro e Fevereiro sempre foram os meses do ano que menos gosto. Passei os últimos dois meses à espera da chegada da Primavera, e que este Inverno acabasse. Enquanto Fevereiro não chegava ao fim aproveitei os bocadinhos que tive para fazer coisas que gosto, para as pessoas que gosto.


O que para mim foi mais desafiante foi pensar em dois padrões diferentes para conjugar as duas cores que já tinha usado e das quais ainda tinha bastante lã.


Estas seguiram para a Suíça. 


*Aparte: Este ano decidi voltar aos meus vícios de criança e ter um livro tipo aquele que me fartei de usar/ler/reler, mesmo que não fosse o ano certo. 



Sem comentários:

Enviar um comentário

Please tell me what you think! *(: