domingo, 26 de março de 2017



A ideia surgiu do trabalho da Danielle Clough que admiro bastante mas dei-lhe o meu twist - apesar de achara ideia das plantas maravilhosa estava a custar-me desperdiçar o “quadriculado” da raquete e não o usar para explorar padrões.
Comecei a bordar a raquete num domingo ao final da tarde, porque achava que ia acabar num estante. Erro. Foram quase duas semanas a bordar enquanto via séries.
Como devem calcular fiz isto para recuperar esta raquete do tio do Miguel que tínhamos cá em casa.


Falando d’outras coisas, fiquei mesmo contente por ler este artigo hoje especialmente quando li precisamente aquilo com que me debato várias vezes sobre o pão que vejo à venda: “ (…) se lermos o rótulo e virmos que estão lá mais do que quatro ingredientes, temos de perceber que alguma coisa não está certa”.



Sem comentários:

Enviar um comentário

Please tell me what you think! *(: